Instituto TIM

Tag: Investe SP

31
ago

Equipe e grupos de AWC participam do evento SP Conecta

Em 30 de agosto, o programa Academic Working Capital participou da primeira edição do SP Conecta, evento realizado pela Investe São Paulo (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade) com o intuito de aproximar startups e agentes do ecossistema de empreendedorismo, como aceleradoras, incubadoras, financiadoras, associações e empresas. Cerca de 700 pessoas estiveram na sede da Investe São Paulo para o evento, incluindo membros da equipe e grupos de AWC.

A equipe do programa contou com um espaço para apresentar a iniciativa e tirar dúvidas. Ao mesmo tempo, dois grupos que fizeram parte da edição de 2015 e três grupos da edição atual foram convidados a compartilhar suas experiências no estande e a aproveitar o evento para fazer contato com os mais de 40 players do setor que estavam presentes. “É um prazer enorme estar aqui e mostrar a nossa iniciativa não só para os estudantes, mas também para os nossos pares”, disse o coordenador de conteúdo de AWC, Diogo Dutra. “Estar com esses pares nos traz notoriedade no mundo do empreendedorismo.”

Os grupos de 2015 convidados para o evento já estão tocando suas startups. A equipe da Mvisia começou com o projeto de uma seletora de mudas de eucalipto. Neste ano, os integrantes se juntaram a outra startup e passaram a desenvolver máquinas voltadas à seleção de diferentes produtos, como mudas de flores e tomates. “Foi muito interessante [o convite para o evento], primeiro pelo reconhecimento do pessoal de AWC de, mesmo que a gente seja da edição passada, continuar o contato”, contou o engenheiro mecatrônico Fernando Lopes.

Já o grupo Tech Talk criou uma plataforma para empresas que facilita agendamentos e atendimentos ao cliente, e que vai começar a ser implementada em alguns clientes como piloto. “Uma das perguntas que muitas empresas incubadoras fazem é se nós vamos conseguir entregar o que estamos prometendo. Então agora é a hora da gente mostrar que sim, que a gente vai conseguir entregar e que vai dar tudo certo”, afirmou Edson Nakada, que junto à sua equipe buscou possíveis parceiros para o projeto durante o evento.

Os irmãos Gabriel e Lays Costa Faria estão entre os estudantes da edição de 2016. Eles já estão terminando o protótipo de uma impressora de metais em 3D que imprime joias em prata e ouro. “A gente ficou muito feliz em ser convidado, sabendo que o que estamos fazendo está dando certo e que estão vendo resultados. Dá um ânimo ainda maior para continuarmos nos empenhando cada vez mais”, disse Lays. A dupla Willian Beneducci e Henrique dos Santos se focou nas palestras do evento e em buscar incubadoras e locais físicos para desenvolver a startup Staat, que está produzindo um espectrofotômetro para realizar análises na área de odontologia. “Falei com algumas empresas, mostrei nossas ideias, colhi feedbacks e foi bastante proveitoso”, contou Henrique.

O grupo Periodiza conversou com financiadoras, aceleradoras e empresas de hardware sobre seu projeto: um aplicativo de periodização de treinos voltados para personal trainers e profissionais de academias. “Estamos conhecendo melhor quem são essas pessoas, o que elas precisam, os requisitos para as startups que entram em seus programas”, relatou Pedro Vitor Sanches. Para a equipe de AWC, o evento também proporcionou contatos que podem gerar novas oportunidades para o programa. “A gente conversou com alguns investidores-anjo que queriam entender como era o processo, o que já está gerando uma série de contatos posteriores que podem, eventualmente, fortalecer o programa e trazer mais resultados”, acrescentou Diogo Dutra. “O feedback está sendo muito positivo.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

18
dez

AWC promove Feira de Investimentos

A edição de 2015 do programa Academic Working Capital foi encerrada com a Feira de Investimentos AWC, realizada no dia 17 de dezembro no Parque Tecnológico do Estado de São Paulo. Após três dias de preparo no Workshop II, os grupos tiveram a oportunidade de apresentar seus projetos a investidores e convidados. O presidente do Instituto TIM, Manoel Horacio, visitou os estandes de todos os grupos e fez a abertura do evento.

“Fiquei extremamente animado ao ver a demonstração das ideias”, afirmou. “Tem gente nova, criando coisas novas e acreditando no futuro, e é disso que o Brasil precisa”. Sérgio Costa, diretor de Desenvolvimento de Negócios e Relações Institucionais da Investe SP, deu sequência à abertura da Feira. Ele falou aos convidados sobre o apoio da Investe SP a AWC e a importância do empreendedorismo. “Você tem que empreender em todas as áreas da sua vida, ser inovador, buscar soluções, lidar com incertezas”, declarou.

A Feira também contou com a presença do vice-presidente de Estratégia e Inovação da TIM, Luis Minoru Shibata. “A inovação se manifesta de diversas formas, aqui estamos vendo uma delas. Estar presente no ecossistema de inovação e contribuir para que ela aconteça no Brasil são alguns de nossos objetivos principais”, disse à reportagem.

O primeiro palestrante do dia, Renato Freitas, falou sobre sua trajetória como cofundador das startups Ebah e 99Taxis. Renato explicou os nove maiores aprendizados que teve como empreendedor, como encontrar os sócios e colaboradores ideais, entender as necessidades do cliente e pensar no propósito do negócio. “Geralmente se começa uma startup com uma ideia muito específica. Mas será que ela estará aqui daqui a dez anos?”, questionou.

Confira a cobertura do primeiro, segundo e terceiro dia do Workshop II.

A segunda palestra, já no final da tarde, foi conduzida por Álvaro Novaes, fundador e CEO da Futurojá Angels Asset Management. Por meio de imagens, vídeos e exemplos de histórias reais, Álvaro ressaltou que os empreendedores devem ter um propósito, paixão pelo que fazem e enxergar além do que os outros veem. “Vocês terão sucesso como empreendedores à medida em que usam a tecnologia a serviço da raça humana”, afirmou.

Além de apresentar seus projetos em estandes na Open Fair, realizada no período da tarde, os grupos participantes de AWC prepararam pitches de cinco minutos para explicar a criação de seus produtos e o plano de negócios desenvolvido. As apresentações foram divididas em dois momentos para bancas avaliadoras diferentes, compostas por empreendedores, investidores e especialistas na área. Após os pitches, os integrantes das bancas fizeram comentários, perguntas e sugestões aos estudantes.

Os avaliadores foram Marco Poli, investidor da Anjos do Brasil; Fernando Salatori e Alessandro Andrade, fundadores da startup Lean Survey; Rogério Nogueira, CEO da Weka e sócio das startups Colaboradores e Captr; Felipe Gasko, coordenador nacional do programa Promessas Endeavor; Ana Lúcia Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora; André Mainart, diretor de Inovação e Incubação de Negócios da Stefanini; André Ghion, co-fundador da aceleradora Move2; Raul Javales, sócio fundador da consultoria KeenLab; Leandro Queiroz, consultor da Escola de Negócios do Sebrae; e Marcos Simões, fundador da startup BigoClub.

O evento foi encerrado pelos coordenadores do programa, Marcos Barretto e Diogo Dutra.

Este slideshow necessita de JavaScript.